sábado, agosto 24, 2013

CAMPANHA CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA...





 A AGRESSÃO A MULHER COMEÇA NOS ANÚNCIOS DOS JORNAIS DE SERVIÇOS DE PROSTITUTAS E MASSAGENS, NOS JORNAIS DA BOLA, NOS TÍTULOS DOS JORNAIS MAIS SÉRIOS, NOS FILMES E NAS SÉRIES, PRINCIPALMENTE  NAS TELENOVELAS, ETC.
 

Como é que se pode combater um problema ignorando as causas remotas e a sua difusão diária na forma como se aborda o corpo da mulher em todos os lugares públicos de consumo e desporto? Como não vemos que a violência doméstica começa nas bancadas dos jornais, nos grandes cartazes de anúncios de carros e de cervejas, sempre algo indecorosos e que induz a população masculina no geral e de fundo a uma visão abjecta da mulher como objecto sexual...

É como se todos os dias déssemos veneno a alguém e a noite uma espécie de antídoto...
 
Como é que uma Associação contra a Violência Doméstica  vai aceitar a colaboração dos promotores "indirectos" dessa mesma violência num Estádio de Futebol...
O agressor antes de ser o marido ou o namorado/amante, é como se diz  em cima a publicidade e os jornais e as séries televisivas que tratam a mulher de forma desprezível e abjecta: essa agressão é  bombardeada diariamente nas mentes das pessoas incultas e embrutecidas pela televisão para o povo - Portugal em directo e outros - cujos programas são o que mais contribuem para alienação  das populações e em que veiculam as mais degradantes imagens de vulgaridade e ordinarice de mulheres expostas e quase nuas a animar o publico...
 
QUE MODELO DE COMBATE?

 
"Benfica adere a campanha de beijos contra violência doméstica" -  no âmbito de uma campanha da Associação de Mulheres Contra a Violência.! in Público.pt ‎- há 16 horas

Sim, “É preciso integrar o modelo de combate e lutar contra o problema”, afirmou Margarida Medina Martins. A responsável exemplificou com a necessidade de a queixa-crime contra o agressor não poder estar desligada do processo familiar, da regulação do poder paternal e da proteção de menores." Mas o AGRESSOR é o próprio Sistema...é a mentalidade falocrática, machista...são afinal aqueles que depois vêm denunciar um crime para o qual todos colaboram...
 
E ninguém vê esta evidência???
 

Ninguém quer ver a verdade, nem que a Violência doméstica não acontece por acaso ou por causa da crise e porque "em casa onde não há pão todos ralham e ninguém tem razão", mas também, NEM SÓ QUANDO O BENFICA PERDE (a mulher é que paga lá em casa) ou o marido acumula frustrações no trabalho e se embebeda e bate na mulher. Não e nem é um mero problema passional...posse ciúmes ou traição...é uma Mentalidade católica secular impregnada  no inconsciente colectivo e que nunca se fez nada para corrigir ou alterar...porque todos os sistemas obedecem ao mesmo padrão...


Quer queiram quer não, depois da Igreja secular, hoje é a Imprensa e a publicidade os principais responsáveis por um ataque maciço e diário à integridade da mulher, em todo o lado.

A Mulher não respeitada nem dignificada em nenhum sector da sociedade nem da publicidade em geral nem sequer na arte ou mesmo na literatura de cordel que são as telenovelas,  medíocres exaustivas na miséria do enredo entre a mulher boa  e a má, a esposa e a puta ou a sedutora fatal como causa do mal da família,  a perdição do homem, e isso é  no fundo a causa de fundo dessa violência...
Este é um problema fulcral de educação e de formação, diria antes, de uma deformação mental secular,  de uma mentalidade típica e atrasada do macho oriunda  de uma religião que despreza e menospreza a mulher em tudo... Políticos e ministros e "grandes homens" públicos no fundo é sempre o que pensam das mulheres...não são só as massas...
A Mulher nesta sociedade patrista beata e hipócrita não é considerada em lugar algum, nem na política, caso da "Ministra que ia mostrar o buraco" da crise a Bruxelas...
Estes são os jornalistas dos jornais "sérios" que tratam assim a Ministra e não são os jornalistas da Bola...do Jogo ou do Record...
A Violência doméstica ou a violência sobre a mulher é um alicerce deste Sistema, porque a mulher serve de bode expiatório para todos...
E ela começa quando a Mulher e a mãe à partida não é respeitada pelo pai nem pelo marido nem pelo filho. E menos o será pelo o amante...

*

AFINAL Anda tudo a brincar ...não só aos pobrezinhos, mas aos ricos e aos defensores disto e daquilo, às associações, às solidariedades, mas é mesmo TUDO SÓ A BRINCAR.
rlp 


2 comentários:

Anónimo disse...

Acabo de descobrir seu blog e adorei!
Vou segui-lo.
Sempre ouvi falar de grupos onde a deusa, o sagrado feminino é cultuado. Gostaria muito de frequentar um deles mas não sei onde estão.
Moro no RIO DE jANEIRO.Meu nome Agenor. Se puder me ajudar agradeço

Rosa Leonor disse...

Fico contente que tenha gostado do blog...e tenho pena de a não poder ajudar...

Também não lhe sei dizer o que se passa no Rio de Janeiro com esses grupos...pois vivo em Portugal e sou portuguesa...mas creio que deve haver algum que lhe interesse. É uma questão de pesquisar!

Um abraço para si
rleonor