terça-feira, outubro 17, 2017

SALVAR A TERRA...



TODAS AS MULHERES JÁ SOFRERAM NA PELE
O PUNHAL DO PATRIARCADO...

(...)"Acredito que só quem sofreu na pele o punhal do patriarcado pode acordar e começar a perceber como tudo está engrenado. Também sabemos que onde for uma mulher com o feminino no seu máximo expoente que logo será degolada de diversas formas, e essas formas podem ser psíquicas, emocionais, espirituais, mentais etc. Pois, sabemos que existem muitas coisas entre o céu e a terra. Embora ao princípio possa ser fascinante para aqueles que vem, logo começarão a tecer teias, porque isso que foi amordaçado há milénios não pode sair para fora. Os talentos do feminino em percepção são imensos e são de tal forma grandes e poderosos que são uma afronta ao patriacalismo que não pode conter em si esse mesmo germe. Por isso as mulheres tem sido retratadas desde sempre por grandes artistas de todos os tempos, sempre na busca de chegar àquele centro de onde tudo germina."(...)*

...mas denigridas e desprestigiadas pelo patriarcado, e até copiadas e plagiadas pelos companheiros, escultores e pintores ou mesmo escritores ...Outras  usaram pseudónimos para esconder a sua identidade feminna e não serem logo excluídas da cena artística ou social...e terem uma oportunidade de se expressarem e ainda hoje o fazem...
Quase todas essas qualidades da Mulher essencial citadas, esses talentos, foram branqueados e escondidos e bloqueadas nas mulheres que assim se manifestavam o seu potencial...essa mulher em cada mulher  é um potencial atómico perfeito e que dá a absoluta inteireza à mulher, algo que ela não sonha...e todas estas mulheres que andam por ai em círculos (viciosos e viciados) e em politica e nas lutas pelos "direitos e igualdades" nem sonham que as habita...e não percebem esse poder nelas nem dele se aproximam sequer...não ousam buscar esse centro, nem ser a sua própria força...

Só essa MULHER que foi outrora e está esquecida de todos, só ela pode salvar a Terra e o Planeta da força bestial do homem que a anulou...

rlp
*ANA F.





O MAL DO MUNDO


O MAL DO MUNDO ESTÁ EM NÓS...

"Um dos perigos de uma certa leviandade com que se "pensa positivo" é a pessoa não querer ver o avesso disso e alienar-se do facto de que “A natureza humana é capaz de um mal infinito. Hoje, como nunca dantes, é importante que os seres humanos não subestimem o perigo representado pelo mal que espreita dentro deles. Ele é, infelizmente, bastante real, e é por essa razão que a psicologia deve insistir na realidade do mal e deve rejeitar qualquer definição que o considere insignificante ou na verdade inexistente.”

“É trágico ver de forma tão obvia e com tanta frequência como um homem ou uma mulher estraga a sua própria vida e a vida de outros e, ainda assim , permanece totalmente incapaz de ver que toda a tragédia tem origem nele mesmo e como continuadamente a alimenta e a mantém em curso. Não conscientemente, é claro – pois conscientemente ele está apostado em queixar-se de um mundo pérfido do qual se distancia cada vez mais. É sem dúvida um factor inconsciente que tece as ilusões com que ele vela o seu mundo.”

Carl Jung

as mulheres como bodes expiatórios...


A CAÇA AS BRUXAS...

Nos nossos dias, por a cabeça a premio das mulheres politicas...
Nas tragédias humanas tem de haver sempre um "bode expiatório" mas se houver uma mulher por perto ela é sempre a culpada desde Eva...
A incúria é de todos, mas é a mulher que paga...

“A hostilidade contra as mulheres fundava-se na posição dos patriarcas da Igreja, que se baseava, em parte, na história de Adão e Eva no Paraíso " (Génesis1,2).

A hostilidade contra as mulheres continua actual e não são só os patriarcas da Igreja que a fomentam, mas todos os patriarcas e todos os machistas e homens em geral...o medo da mulher e o ódio à mãe, leva-os ao menor sinal de "perigo", atacar as mulheres seja na politica seja na vida social, seja n...a rua...
Essa hostilidade continua bem viva nas mentalidades dos homens comuns e está bem activa no assédio à mulher e na sua desvalorização...
rlp

“A PASSAGEM DO CULTO DA TERRA AO CULTO CELESTE
DESLOCOU A MULHER PARA A ESFERA INFERIOR”...

“É correcta a identificação mitológica entre a mulher e a natureza. O contributo masculino para a procriação é fugaz e momentâneo. A concepção resume-se a um ponto diminuto no tempo, apenas mais um dos nossos fálicos pico de acção, após o qual o macho, tornado inútil, se afasta. A mulher grávida é demoniacamente (diamon), diabolicamente completa. Como entidade ontológica, ela não precis...a de nada nem de ninguém. Eu defendo que a mulher grávida, que vive durante nove meses absorta na sua própria criação, representa o modelo de todo o solipsismo, e que a atribuição do narcisismo às mulheres é outro mito verdadeiro. A aliança masculina e o patriarcado foram os recursos a que o homem teve de deitar a mão a fim de lidar com o que sentia ser o terrível poder da mulher. O corpo feminino é um labirinto no qual o homem se perde. É um jardim murado, o hortus conclusus do pensamento medieval, no qual a natureza exerce a demónica feitiçaria. A mulher é o construtor primordial, o verdadeiro Primeiro Motor. Converte um jacto de matéria expelida na teia expansível de um ser sensível, que flutua unido ao serpentino cordão umbilical, essa trela com que ela prende o homem.”*
(...)
*In Personas Sexuais de Camille Paglia

segunda-feira, outubro 16, 2017

FOGOS...POSTOS...


QUE A MÃE NOS PERDOE TANTA OFENSA A TERRA

"compaixão profunda por tudo o que nos arde - por fora, mas sobretudo por dentro.
pelos nossos infernos pessoais.
pelas chamas da violência que atiçamos e que não somos capazes de apagar.
pelos pensamentos, actos e palavras que nos queimam.
pelo fumo denso que nos cega.
pelas cinzas de todas as nossas construções ilusórias
" *

Inês De Barros Baptista

O ESTADO DO IMUNDO



UMA FICÇÃO: APOCALIPSE NOW...

Primeiro os químicos caídos do céu...depois os fogos desenfreados, as mortes e depois as cheias e enxurradas, e depois a migração em massa para as cidades...a fome e a desordem...a polícia, a violência as cargas e os militares e...a bomba nuclear?
E ... os escravos drogados a dançar e a cantar, os mortos vivos errantes, ao telemóvel, eles fotografam as mortes e o caos em directo...
Vamos assistir até ao fim sentados...
Isto não é nada - é só mais um filme de Hollywood ...made in USA!...

HOJE, FOGO CONCERTADO EM TODA A EUROPA...E NO MUNDO


CALAMIDADE: PORTUGAL ARDE POR TODO O LADO...


PORTUGAL ESTÁ A ARDER...
MAIS DE 500 FOGOS NUM DIA...

"A nossa ruína cultural, a nossa não lusitanidade íntima, esse é o mal que nos mina; todos os outros, por graves que sejam, podem passar, podem ter solução. Mas para aquilo que, continuado, é a morte mesma, não há solução.
(...)
Do estado nada podemos esperar também, mas, aqui, por uma outra razão. O estado não é português, o estado não é decente, o estado está, desde 1820, na posse de homens cuja obra é a essência da traição e da falência.... Procurar o auxílio do estado é tão absurdo como procurar influenciar os homens que o possuem. Não há neles uma centelha de boa vontade patriótica, nem de lucidez portuguesa. Vivem daquilo, e nem vivem daquilo elegantemente. O esforço revolucionário para os deitar abaixo é um gasto espúrio de energia. Quem é que se lhes vai seguir? Não há em Portugal nenhum grupo ou partido, nenhuma reunião de homens duradoura ou ocasional capaz de gerir o país."



fernando pessoa 

sábado, outubro 14, 2017

PORQUE ODEIO OS POLITICOS...



A POLITICA QUE ASCO $$$$ E O PERIGO DAS IDEOLOGIAS DE MORTE...

Não acredito em nenhum politico, em nenhum Partido em nenhum homem de esquerda ou de direita - e a coisa mais absurda é que ninguém vê que tanto de um lado como do outro (os extremos tocam-se) e porque defendem as suas cores e as suas crenças...dizem e fazem o mesmo, uns e outros.
Para quem está de fora do jogo politico e das politiquices a única coisa que se evidencia é que TODOS MENTEM E TODOS ROUBAM, TODOS ENGANAM e que as convicções cegam as melhores pessoas...e as massas não passam de carneiros, adeptos do "benfica e do sporting ou do porto" - é vê-los como comentadores desportivos para os conhecer, perdem toda a postura: esgatanham-se como rapazolas e ofendem-se uns aos outros cometendo todos as mesmas violências verbais abusos e cegueira...como primatas.

rlp


    ERIC VOEGELIN - ( IDEOLOGIAS )

    Eric Voegelin odeia com ódio mortal qualquer tipo de ideologia, seja à direita à esquerda ou ao centro, seja marxismo, nacional-socialismo ou positivismo. Eis uma síntese de seus motivos:

    1) Desonestidade intelectual: a ideologia é uma forma de desonestidade intelectual, pois o sujeito não busca examinar a estrutura da realidade; logo um ideólogo não pode jamais ser um cientista;

    2) Busca da razão: ideólogos disputam rixas internas que demonstram que ambos os lados estão errados; basta, portanto, manter-se contra todos para ao menos ter alguma razão (Voegelin cita como exemplo de sua afirmação a reforma protestante no século XVI);

    *em razão dessa sua posição Voegelin fora chamado de comunista, fascista, nazista, liberal, judeu, católico, protestante, platônico, neo-agostiniano, tomista e hegeliano.


    3) Ódio primitivo: as ideologias foram criadas para justificar o morticínio de seres humanos por diversão; mais profundamente, tal comportamente decorre de uma necessidade de conquista de uma pseudo-identidade para substituir a perda do ego humano, o que se faz preferencialmente matando alguém; isto é feito através da criação de Segundas Realidades, que substituem as tensões reais como vida/morte, luz/trevas, fé/desespero, as quais são inerentes à Primeira Realidade (ver The Eclipse of Reality).

    Em razão deste eclipse, perde-se a dignidade inerente a todo ser humano, transformando este numa mera máquina a ser exterminada em razão de uma "causa". No meio intelectual, a ideologia cria a indiferença ante a dor alheia. Os intelectuais perdem o próprio ego e se transformam em proxenetas a serviço do Estado totalitário.

    4) Destruição da linguagem: seja no nível do jargão intelectual de alta complexidade seja no nível vulgar, a ideologia busca ocultar suas premissas erradas se valendo de outra estrutura de linguagem, para que tais premissas equivocadas não sejam descobertas e discutidas. Cita como exemplo ideólogos que preferem Hegel a Marx apenas porque aquele usa linguagem mais complicada. Marx era um charlatão intelectual deliberado, que criou uma ideologia para apoiar a violência contra seres humanos. O problema da filosofia de Marx era sua fuga constante e consciente de dialogar com o argumento etiológico de Aristóteles (problema segundo o qual o homem não provém dele mesmo, mas do plano divino da realidade).

    5) Vulgarização do debate: as ideologias vulgarizam as discussões intelectuais, fazendo do debate público uma oclocracia (governo de vulgares). Considera-se fascista/autoritária simples referência a fatos da história cujo conhecimento é necessário para discussão de problemas políticos. Condena-se assim o conhecimento histórico e filosófico. Os intelectuais limitam seus horizontes de consciência, razão pela qual os debatedores são analfabetos funcionais com forte ânsia de autopromoção.

    Todo este contexto de perversão dos símbolos necessários à compreensão da realidade favoreceu a ascenção de Hitler na Alemanha, provando Voegelin que o nacional-socialismo alemão não foi um fato aleatório ou a que estava a Alemanha predestinada a sofrer, mas resultado da decadência moral, espiritual e intelectual de uma nação que trocou Cristo por Thor e Odin.

    Voegelin alerta que não se pode admitir um vulgar como interlocutor de um debate, pois se trata de um problema sério, já que foram os vulgares que construíram a atmosfera intelectual propícia à figura de Hitler. No caso alemão, os destruidores da língua nacional pela literatura e pela imprensa (fato relatado por Karl Kraus em Die Fackel) foram os verdadeiros culpados pelas atrocidades do nacional-socialismo, que só foi possível em razão do ambiente social tão destruído permitir a ascensão de um representante deste nível vulgar.

    A ideologia é chamada de religião política, apesar do termo religião ser vago e deformar o problema real da experiência, segundo relata o próprio Voegelin. A autoridade da Igreja é substituída pela do Estado, o que demonstra a íntima ligação entre a vida do espírito e a vida política (relação que o prof. faz entre Leviatã de Hobbes, o Hino do Rei Sol de Akhenaton e o Apocalipse). Esta alteração da autoridade enseja a criação de realidades alternativas, fundadas somente em bases ideológicas. A luta do prof. Voegelin é restaurar a ordem do espírito na vida em sociedade.

    Fonte: Reflexões Autobiográficas e Hitler e os Alemães, ambos de Eric Voegelin.

    Texto de Dk Bertelli

    quinta-feira, outubro 12, 2017

    A MULHER ESSENCIA,


    A MULHER MISTICA
    que o marxismo cultural e a ideologia de Género querem acabar de destruir...

    "Quem diz religião da Mulher diz também sacerdotisa e maga, ou seja, intermediária cósmica. O mistério da mulher não se limita ao seu sexo: ele impregna todo o seu ser, inclusive (e talvez principalmente) o seu psiquismo. A mulher é intuitiva, porque É sensitiva e unida aos ritmos cósmicos que capta. Ela conhece os segredos da vida e da saúde, das plantas e das flres. (...) Ela compreende as profundezas da alma humana: em seu inconsciente e por meio dele, relaciona-se directamente com as grandes correntes psíquicas que nos levam e trazem. Ela seduz e aterroriza ao mesmo tempo. Todo o homem traz em si um "retrato falado" da mulher absoluta e, se viesse a conhecê-la na realidade, não mais poderia dela se separar: seria fulminado. Aliás o homem busca-a durante toda a sua vida. São raríssimos aqueles que a encontram, e quase poderíamos dizer: felizmente! É esse sonho, esse ideal inacessível que ele projeta, por exemplo nas estrelas "(...)



    In Tantra - O Culto da Feminilidade de André Van Lysebet

    SALVEM AS CRIANÇAS DESTA CULTURA PREDADORA




    Os 5 passos e estádios da agenda LGBT na conquista cultural imposta à civilização - sponsored by George Soros

    1 - Pedido de tolerância -
    Requere-se apenas o direito de ser deixado em paz

    2 - Pedido de aceitação
    Igualdade de estatuto legal e ontológico...

    3 - Celebração
    Aceitar e promover como um dos maiores valores e bens a que já tivemos acesso

    4 - Participação forçada
    Todos devem participar desta cultura disseminada por todo o lado activa ou passivamente

    5 - Castigo

    E por fim o castigo, criminalização e punição para todos aqueles que discordarem ou se pronunciarem em sentido contrário.


    "A comunidade homossexual está também a ser vítima desta manipulação abjecta e a ser usada como arma de arremesso."

    “No Prós e Contras, Catarina Marcelino, Secretária de Estado da Igualdade, expressa o seu apoio à existência de balneários mistos (!!) e defende que a mudança de género, em vez de ser acompanhada por médicos e psicólogos, deve ser seguida por funcionários da conservatória.
    Não é uma representante da ILGA. Não é uma deputada do Bloco. Não é a maluca da esquina. É um alto quadro do PS, que António Costa escolheu para tutelar esta área. Hoje, tornou-se claro que Catarina Marcelino não é idónea, nem informada, nem capaz de exercer o cargo que lhe foi confiado. Em nome da ideologia, explora os medos e as confusões alheias."

    Pedro Jorge

    A Revolução Cultural Marxista e a ideologia de "Género"...



    O PERIGO DO MARXISMO CULTURAL E A CEGUEIRA COLETIVA

    "Conforme o italiano Gramsci deve-se “marxizar" o homem interior sem violência ou derramamento de sangue, não importa conquistar as ruas e cidades, o que se deve conquistar é a mentalidade da sociedade civil… desconstruindo todos os hábitos, os costumes e as instituições sociais onde o cristianismo guiou mais profundamente o pensamento e as acções da generalidade...
    O Gramsci é um dos maiores ideólogos do marxismo cultural."

    Pedro Jorge


    A TEORIA DO "GÉNERO" VIROU IDEOLOGIA, um derivado da Cultura marxista e que ameaça minar a sociedade civil.


    Esta é a maior ofensiva social e mediática contra a Mãe e a Mulher natural e o seu poder do útero e o poder da mulher gerar filhos, porque se nasce Mulher, e que pretende apagar a nossa origem criando uma ideologia que põe em causa a natureza do ser macho e fêmea e isto nada tem a ver com a homossexualidade que sempre existiu e faz parte de um sexo ou do outro e portanto não é uma questão de por "querer amar" ter de mudar de sexo......
    Antes um adolescente queria ser actor ou palhaço, médico ou engenheiro...agora quer ser mulher? (Ou homem no caso contrário, isto agora é assim?)
    Esse é o perigo terrivel porque estamos a passar culturalmente - a teoria de género - porque é com efeito negar a Mulher em si e também o próprio homem. Muitas mulheres caem nesta teoria que já não é uma simples teoria mas uma ideologia que se expande e a partir daqui é sumamente perigosa e nefasta para a toda a sociedade humana...
    Sim, este É sem duvida o maior perigo de todos com que jamais os seres humanos se depararam na sua evolução...trata-se de perverter a natureza humana através de químicos e de amputações biológicas.
    Não, Isto não é uma mutação da espécie porque ela a acontecer será sempre natural e paulatina e o que acontecerá é que todos os seres humanos poderão ter uma mesma identidade ESPIRITUAL - mas ela não acontecerá pelo sexo e menos ainda pela intervenção da "ciência" macabra...sabemos que a alma não tem sexo...mas esta gente que promove estas barbaridades e as defende não tem de certeza alma...
    Precisamos de estar atentas a esta neutralização do ser mulher e do ser homem...influenciar as pessoas imaturas e inseguras como os adolescentes a "mudar de sexo" porque se sentem na pele do sexo oposto o que devia ser uma integração de polos opostos, feminino e masculino, passa a ser a mutilação do sexo ...e a negação da identidade homem e mulher.

    rlp